Ricardo Guilherme será homenageado no  For Rainbow
03/10/2015

Ricardo Guilherme será homenageado no For Rainbow

Nesta edição, o For Rainbow- Festival de Cinema e Cultura da diversidade sexual, homenageia com o troféu Artur Guedes, comenda máxima do festival, o ator, dramaturgo, diretor teatral, contista, cronista, poeta e professor Ricardo Guilherme.

  Ricardo Guilherme é um dos mais importantes protagonistas da arte e da cultura no Ceará. Em 2015, o artista comemora 45 anos de carreira. Ricardo foi um dos fundadores da Licenciatura em Teatro da Universidade Federal do Ceará e fundador do Grupo Pesquisa, em 1978. Também foi um dos integrantes da equipe fundadora da Televisão Educativa do Ceará, hoje TVC. Participou do nascimento da Rádio Universitária e foi criador do Museu Cearense de Teatro, em 1975. O artista também é formulador da teoria e do método do Teatro Radical Brasileiro.

Segundo Ricardo, um dos pressupostos do Teatro é a sua fixação no tempo e no espaço em que está inserido. Entendo que a busca de sintonia de tempo e espaço é uma postura intrínseca ao teatro, o dramaturgo considera que o Teatro Radical tem de estreitar a sua relação com os seus contemporâneos e conterrâneos. A partir da noção de que o teatro só acontece se a ação do ator em cena for presenciada por pelo menos um único espectador, Ricardo Guilherme analisa “que um teatro radical tem de sedimentar umbilicalmente os laços com a sociedade na qual se insere para tentar motivar questionamentos, inclusive políticos. Decorre daí o nosso interesse em dialogar com a história de Fortaleza e com os arquétipos da cearensidade”.

Em relação as dificuldades que enfrentou para produzir arte no Ceará, Ricardo Guilherme afirma que o maior desafio é tentar ser compreendido pelo seu tempo e pelo seu povo. Para tanto, considera ser necessário que o artista tenha o dom da ubiquidade para estar ao mesmo tempo em três lugares: atrás, ao lado e à frente do seu povo e do seu tempo.  “Estar atrás para conhecer a história que fez o binômio tempo/povo ser hoje o que ele é; estar ao lado, para saber as demandas e os porquês das demandas atuais e estar além para aventar perspectivas, utopias, projeções”, explica o artista.

Sobre o For Rainbow, Ricardo afirma que o festival contribui com arte e inteligência para impulsionar na dinâmica histórica mudanças de comportamento em relação à convivência social. “Há no cerne do For Rainbow um caráter pedagógico que ratifica alguns valores da democracia, sem os quais a sociedade se tornará excludente, fundamentalista e intolerante em relação ao que lhe parece diferente, não consensual. O For Rainbow, no seu campo de atuação, promove a ebulição das ideias, nos fazendo pensar sobre quem fomos, o que somos, o que seremos, de onde viemos, onde estamos e para onde vamos”, finaliza o dramaturgo.

Além de Ricardo Guilherme, também serão homenageados no 9º For Rainbow o fotógrafo Tiago Santana; o humorista Paulo Diógenes; e o Instituto Negra do Ceará – INEGRA, organização social de mulheres negras que tem como objetivo promover os valores étnicos, políticos, sociais e culturais das populações negra.  O troféu recebe seu nome em reverência ao dramaturgo, poeta e cineasta Artur Guedes, responsável por grandes espetáculos em espaços alternativos nas décadas de 70 e 80, como as peças “Labirinto” e “A Filha de Hipócrates”.